• Sandra Souza

Você e os seus pais

Atualizado: Mar 6

Como você se relaciona com seus pais? O quão bem você conhece aquelas pessoas que fizeram parte da sua vida? O quão bem você entende essas pessoas?⠀ ⠀ Seja honesto com você mesmo e faça essa reflexão. Pense em como você está lidando com eles. Se eles já morreram, busque na sua lembrança os momentos bons e ruins. Como você enxergava eles? Como eles te enxergavam? ⠀ ⠀ Essas questões podem estar no centro dos desafios e dos dilemas que você enfrenta no seu dia a dia. Você está disposto a repensar a sua relação com as pessoas que você mais ama? O quanto você quer transformar essas relações? ⠀ Os filhos recebem dos pais o bem que é mais valioso; a oportunidade de viver. Isso cria uma relação de dependência entre ambos os lados, uma relação que deve ser cultivada sob o risco de gerar prejuízo para os envolvidos nesse processo.⠀ ⠀ Na apostila para o curso de Formação para Consteladores, a nossa terapeuta Magali Caixeta lembra que os filhos valorizam a vida que obtiveram, quando aceitam os pais como pais. ⠀ ⠀ Esse é o primeiro passo para um filho começar a se libertar dos emaranhados que o impedem de alcançar a felicidade. Há pequenos passos que podem te ajudar a cultivar essas relações.

O passo a passo

Comece cultivando uma boa relação com eles através da gratidão, depois aprenda a se comunicar com eles. Saber comunicar é saber falar, mas saber entender. É entender o seu lugar como filho e o dele como pai.


É saber colocar as coisas em ordem. Quando as coisas estão em seu devido lugar e se comunicam bem, o sucesso é inevitável. E o sucesso aqui se reflete na vida.


Quando você entende os seus pais, você entende a si mesmo e, então, você entende o mundo. Esse é o primeiro segredo para o sucesso. Você sabe como alinhar essa comunicação com os seus pais? Você sabe como conseguir essa tão sonhada ordem? As Novas Constelações podem te ajudar a entender mais essa relação, curar os laços feridos e desenvolver todo o seu potencial.

Você é nosso convidado, dia 27 de Março. Inscreva-se clicando aqui Gratidão Quer ter acesso a mais conteúdos como esses?

Inscreva-se na nossa lista de e-mails.