Profissão e Crença

Atualizado: 5 de Dez de 2019


Como anda a sua vida profissional? Você está satisfeito com as suas conquistas financeiras? Você se sente valorizado no seu ambiente de trabalho? Eu converso diariamente com diversas pessoas pelo Whatsapp ou pessoalmente e a resposta quase unânime é não. Estão quase todos insatisfeitos, decepcionados ou somente desanimados.


As desculpas são sempre as mesmas. O país está em crise, faltam empregos ou a vida simplesmente está difícil demais. O foco é quase sempre externo. As crenças são as piores possíveis. O sujeito entra em um espiral de informações(quase sempre negativas), se vê preso nesse processo e passa a se considerar eternamente uma vítima da vida, do sistema ou do próprio chefe. Tudo piora quando a posição de oprimida torna-se uma desculpa confortável até para ocasiões em que a pessoa tem o inteiro controle da situação.


Reparem só que, mesmo nas pequenas vitórias, essas pessoas preferem se manifestar exaltando as intempéries que tiveram ao longo da vida ao dar o devido valor a conquista. Esse é um exemplo clássico da crença que “é necessário sofrer para ter sucesso”. Inconscientemente elas programaram o próprio cérebro e, consequentemente, a própria vida para o sofrimento. Sofrer torna-se condição sine qua non para conseguir qualquer coisa. Ela acredita profundamente que vence por causa do sofrimento e não(como é o correto) apesar dele.


São pequenos exemplos, mas que mostram de forma clara e cristalina a influência do

sistema de crenças na vida das pessoas. São crenças que acabam contribuindo para que essas pessoas(que tanto almejam o sucesso profissional) tornem-se cada vez mais perdidas e cada vez mais infelizes. Uma conversa rápida basta para constatar que elas estão insatisfeitas com a realidade em que vivem, mas não tem a menor ideia para onde ir e menos ainda como fazer para mudar.

Mas, me conte, e você? Sabe os caminhos que precisa tomar?


Calma, a pergunta é difícil e se te tranquiliza, a maior parte de nós tem uma noção de onde quer chegar, mas só não sabe como manifestar. Você não está perdido, desde pequeno a gente ouve que não deve sonhar demais, que deve ter pé no chão e acaba aprendendo a aceitar tudo que vem.


Entende? Aquilo que você acredita pode ter raízes mais profundas do que você sequer imagina. Pior, sem saber sobre as suas crenças você acaba aceitando tudo fácil demais e se contentando com pouco. É o seu sistema de crenças sabotando de forma inconsciente a sua vida financeira, a sua vida profissional e até mesmo os seus sonhos carreira. Já vi inúmeras crianças sendo tolhidas pelos próprios pais por sonharem demais.

Pior, quando se depara com uma realidade que está longe de ser aquilo que você planejou, você passa a culpar a si mesma e começa a achar que está perdida. Tudo isso porque você passou a vida inteira tendo crenças que nunca foram capazes de atrair a prosperidade. Resultado, você entra naquele círculo vicioso dos primeiros parágrafos e passa a se conformar com a condição de vítima.

Tá, mas como sair disso?

A melhor resposta foi dado em um aforismo grego γνωθι σεαυτόν( Conhece-te a ti mesmo). O autoconhecimento é uma saída para entender melhor sobre a forma como nos relacionamos com o mundo. Esse é o primeiro passo para compreender melhor os desafios da sua vida profissional.

O segundo passo para superar esses desafios que te impedem de alcançar o sucesso é compreender mais sobre o funcionamento do seu próprio sistema de crenças. Quer aprender com a transformar as crenças negativas que te impedem de progredir em novas crenças positivas que vão impulsionar sua carreira? Cadastre-se e receba textos que vão te ajudar a compreender mais sobre o assunto.



58 visualizações

Posts recentes

Ver tudo